A família Pomilio no Brasil[1]

Versão Janeiro 2013

Este documento também pode ser lido em versão PDF

O início

      Andrea Pomilio, imigrante italiano, nascido em 10 de março de 1862 (Registro de nascita, ATTO n. 15, Foglio N. 8, ANNO 1862, Comune di Archi), proveniente da cidade de Archi, província de Chieti, região de Abruzzo, chega ao Brasil em 19/11/1886, aos 24 anos, juntamente com seu irmão Giuseppantonio Pomilio, então com 26 anos. Consta dos registros da Hospedaria dos Imigrantes de SP – HISP - (matrícula NR.04, Folha Nr.98, lançamento Nr.27464), que ambos chegaram solteiros, aportando no Rio de Janeiro no navio Mondego, e dirigindo-se a São Paulo. Como profissão de ambos consta "operário".

Localização de Archi, na província de Chieti, região Abruzzo, Itália

Deixaram na Itália o pai Domenico, a mãe Maria Ferrante, os irmãos Nicola e Francesco e as irmãs Concetta, Maria Vincenza e Rosa.

Posteriormente, Nicola Pomilio (Hospedaria dos Imigrantes de SP, matrícula NR.21, Folha Nr.232, lançamento Nr.06), solteiro, agricultor, chega em 11/10/1890, com 31 anos, com destino a Sorocaba (sic).

Casa de Domenico Pomilio, onde nasceu Andrea, em Archi (1991). Na foto, Francesco e Vitale Pomilio.

Vista da cidade de Archi,

Além destes dois registros de entrada de pessoas da família Pomilio no Brasil, foram obtidos dados de: Saverio Pomilio (Hospedaria dos Imigrantes de SP, matrícula NR.19, Folha Nr.55, lançamento Nr.29), solteiro, agricultor, chegado em 31/03/1889, com 50 anos, com destino a São Paulo; Luigi Pomilio (Hospedaria dos Imigrantes de SP, matrícula NR.20, Folha Nr.166, lançamento Nr.36), solteiro, agricultor, chegado em 09/107/1890, com 30 anos, com destino a Botucatu. Estes registros vão até o início do século XX, de modo que não foram obtidas informações de entradas mais recentes.

Sabe-se que existe numerosa família Pomilio na Argentina e nos Estados Unidos. Até onde é de nosso conhecimento, o único dentre estas 5 pessoas que deixou descendência no Brasil foi Andrea, do qual, a seguir, procuraremos descrever a evolução de sua família.



As lembranças das pessoas citadas no início deste relato (Cristina é filha de Andrea, tendo 95 anos em 2000, e Francesco é neto Francesco, irmão de Andrea que permaneceu na Itália) indicam que um dos irmãos faleceu e outro teria saído do Brasil, talvez indo para os Estados Unidos (segundo Cristina) ou para a Sardenha (segundo Francesco).

      Andrea chega ao Brasil solteiro, fixando-se numa fazenda nas vizinhanças de Campinas, onde hoje está o município de Vinhedo, então chamado de "Rocinha". Rocinha era, então, parte da comarca de Itatiba. É no cartório desta cidade que se encontram os registros de nascimento e casamento dos filhos de Andrea. Diz-se que na fazenda ocupava a função de feitor.

      Teria conhecido sua futura esposa Amalia Salvatori em sua viagem (segundo Cristina Pomilio). No entanto não foi encontrado registro na HISP de pessoa com este nome com entrada e idade compatíveis. No documento de casamento de Rosa (filha), tem-se o nome de Amália Capato Salvador.

O pai de Amália se chamava João (Giovanni) e sua mãe, Tereza. A HISP indica a entrada de um Giovanni Salvatori (com 55 anos) em 2/11/1887. Há também um Giovanni Salvatore (39 anos), com entrada em 16/5/1887. Uma vez que o primogênito de Andrea e Amália nasceu em 1889, as entradas posteriores foram desconsideradas. Não foram encontrados registros que apresentem coerência de data para Tereza (que talvez usasse o nome de solteira) nem para Amália. Os pais de Amália residiam com a filha e o genro, de onde vêm as lembranças de Cristina. Giovanni teria morrido aproximadamente em 1913.

      Residiam na Fazenda São Bento Jardim, em Rocinha.

Seus filhos, conforme certidão de óbito de Andréa, são: Alberto, Benedicto, Maria, Rosa, Antonio, Christina, Concetta, Pedro e Palmira. José não consta no registro, possivelmente por já ser falecido na época.

Andréa Pomilio

      Com o passar do tempo os filhos de Andrea espalharam-se: Alberto mudou-se para Jundiaí, indo morar no bairro da Colônia. Para ali foram também Benedito, Concetta e o patriarca Andrea. Pedro fixou-se no bairro da Lapa, em São Paulo. Antonio foi para o bairro da Moóca, e José para a Penha, também em São Paulo. Palmira mudou-se para a cidade de Santo André. Rosa foi para Campinas. Cristina permaneceu em Vinhedo.

      Amália morreu em 1931, em Jundiaí. Andrea, passou a morar com o filho Pedro (o mais novo) até seu casamento e mudança para São Paulo, quando foi morar com Benedito. No final da vida morou com Alberto, vindo a falecer em 21/12/1945.

A segunda geração

      Alberto (nascido em 25/9/1889, morto em 10/5/1971 em Jundiaí) casou-se em Itatiba (na Rocinha) em 4/6/1910 com Angela Caon, nascida em Itatiba a 15/10/1892, filha de Francesco Caon (* Venetto 1855, + Jundiaí 12/5/34) e de Lizabetta Rigo (* Veneto 1857 + Jundiaí 4/1942).

Família de Alberto Pomilio (~1950)

Alberto inicialmente trabalhou na indústria cerâmica, tornando-se, posteriormente, barbeiro, trabalhando e fixando residência na Av. Fernando Arens, em Jundiaí.

Angela Caon, Alberto Pomilio e Francisco Pomilio (~1938)

      Tiveram 10 filhos, os primeiros nascidos ainda em Rocinha, os demais já em Jundiaí, para onde se mudaram em 1922. São eles:

Helena (* ~1912 + Jundiaí 1999), que se casou com Olímpio Roncoletta. Tiveram os seguintes filhos: Maria e Alcides.

Helena Pomilio, Olímpio Roncoletta, Maria e Alcides.

José (* Rocinha 19/3/1914, + Jundiaí 10/12/1977), que se casou com Maria Benatti  em 1933. Tiveram os seguintes filhos: Norivaldo, Alberto, Cecília, Jaime e Maria José.

José Pomilio

Idalina (Ida) (* ~ 1915, + 1990), que se casou com Jacob Carrara. Não tiveram filhos

Idalina Pomilio



Amália, que se casou com Salvador Benacchio e tiveram os seguintes filhos: ??.

Guiomar (+1950), que se casou com Natale Pradella e tiveram os seguintes filhos: ??

Guiomar Pomilio e Natale Pradela

André (Nini) ( + 15/2/1980), que se casou com Nair ?? e tiveram os seguintes filhos: Carlos, Dalva, Grimaldo, Jaime e Aparecida.

André Pomilio

Adelmo (*   +1960), que se casou com Marcelina Mazzaro. Tiveram uma filha, Rosa.

Adelmo Pomilio

Clotilde (Tilde), que se casou com Armando Carolla e tiveram os seguintes filhos:

Clotilde Pomilio e Armando Carolla

Aparecida (*1930, + Jundiaí 2012), que se casou com Valdemar Giarola e tiveram os seguintes filhos: Nelson e ??

Francisco (* Jundiaí 12/4/1932. + Recife 2006) que se casou com Alice de Oliveira e tiveram os seguintes filhos: Guiomar, Gloriete, Giselda, Gilvânia e Francisco. Posteriormente Francisco se mudou para Recife onde casou com Zuleide Costa Pomilio e teve as seguintes filhas: Ana Karla  e Ângela Patrícia.

Amália, Aparecida, Helena, Clotilde e Ida (~1995)

  ************************************

       Benedito (*Rocinha  1892 + Jundiaí 1973) morava no bairro da Colônia, em Jundiaí, casado com Margarida Guisi, e teve os seguintes filhos:

Margarida e Benedito

Guerino (*1913 Rocinha + 1984, em São Paulo) casado com Angelina ?, tiveram os seguintes filhos: Margarida, Celina, Waldemar e Elisabete.

Reynaldo (*21/1/1915 Rocinha +11/8/1986 Jundiaí), casado com Laurinda Vendramin (*26/5/1918 + 15/10/1963 Jundiaí) tiveram os seguintes filhos: Nelson e Arnaldo.

Benedito com o bisneto Alex (1971)

Reynaldo (com o neto Alex ao colo) e Benedito (1971)

Primo (natimorto)

Irene (*         ), casada com Francisco Mendes, tiveram os seguintes filhos: Dirce, Ari, Dirceu, Adilson, Ana, José Ariovaldo, Cláudio.

Lydia (*         ), casada com Eugênio Gearola, tiveram os seguintes filhos: Lenice (casada com José Philipini) e Valdir.

Olga (*         ), casada com Carlos Chinelato, tiveram as seguintes filhas: Neusa e Elisabeth.

Antenor (Nori) (*         ), casado com Esmeralda Silvestroni, tiveram os seguintes filhos: Claudemir, José e Vânia.

Antonio (*         ), casado com Ercília Barbosa, tiveram os seguintes filhos: Ademir, Sueli e Margarida.

Matilde (*         ), casada com José Thiene, tiveram os seguintes filhos: Noeli, Laudir e Cláudia.



Antonio (* Rocinha 1897  + São Paulo ??) morador do bairro da Moóca em São Paulo, casou-se com Catarina e teve os seguintes filhos:

Edruciana (Tiana) (*1924), casada com João Abeon.

Cinira (*1922, +2000), casada com Ovídio Acardo.

Amália (*1932, +2001), casada com Maximino Ferreira da Costa.

Almerinda (*1926), casada com João Negreti.

Lourdes (*1930), casada com Rubens Cibeli.

Lazinha (*1928), casada com Pascoal Soldano (residem em Santos).

Ademar (*22/31934), casado com Dorothy (*12/7/1936), tiveram os seguintes filhos: Ricardo, e Rosana.

 

Antonio, Catarina e Ademar (1948)

----------------------------------------------------------

José (Juca) (* Rocinha ????  + SP 1928) morador da Penha, casado com Maria Pagnota, teve os seguintes filhos:

Grimaldi (*     +    ), Cirino (*27/2/1926 em Rocinha, + 23/8/1983, SP), Erio (*     +    ), e Ilma (*      ,+      ).

 

*************************************

(Luiz) Pedro; (* Rocinha 1907 + São Paulo ??), o mais novo, morador do bairro da Lapa em São Paulo, casou-se ainda em Jundiaí com Palmira Baldin. Foi operário na Fundição Tupy (Lapa). Faleceu em SP aos 63 anos. Teve filhos:

Ademir (*1936), casado com ??, Ignes, Ivone, ??

Luiz Pedro Pomilio

 *************************************

      Palmira (*Rocinha 1909 + Santo André        ) casou-se em Jundiaí com Fermentio (sic) Carmonese e se mudaram para Santo André. Tiveram 3 filhos: Inês, Roberto e ???

**************************************

      Concetta (* Rocinha 1903  +             ) casou-se com José Caon e tiveram os seguintes filhos: Adelaide, Guiomar, Carlos, Jurandir e Ana.

José Caon e Concetta Pomilio

*************************************

      Maria (* Rocinha 1893  +             ) casou-se com ?? Bechiato. Teve os filhos Alzira (*    +   ), casada com ....Capoleto[2]

**************************************

      Rosa (Gina) (* Rocinha 28/01/1898 + Campinas 11/11/1958), casou-se com Francisco Filippi. Tiveram os seguintes filhos: Antonio (*1919 +1956), casado com Rosa Mana, Irene (*1920 +2001), casada com Antonio João Vicentini, Armando (*1923 +1956), casado com Dionísia, Guilherme (*1926 +2002), casado com Tereza Diniz, Agenor (*1927 +1988), casado com Ivonne, Mário (*1929), casado com Lourdes, Benedito (*1935 +2000), casado com Hilda Emilia Paschoalin.

Rosa (Gina) Pomilio.

 

*************************************

      Cristina (nascida em Rocinha em 26/10/1905, falecida em Vinhedo, em dezembro de 2000) casou-se com José Roder, morando sempre em Vinhedo. Teve os seguintes filhos e filhas: Sila, Clara, Dirce, Ida, Norma, Amélia, Ana, Valter, Valdemar e Mario.

Cristina Pomilio e suas filhas Sila e Clara (2000)

      Embora certamente isto signifique limitar a identificação de todos que apresentam parentesco com a família Pomilio, prioriza-se, a seguir, os filhos homens, uma vez que permitiram a seqüência do sobrenome familiar. Sempre que disponíveis também estão incorporadas informações das descendências femininas.

 *************************************

As terceira e quarta gerações - os netos e bisnetos de Alberto Pomilio

      José casou-se em 1933 com Maria Benatti (*Poggio Rusco (MN) - Itália 3/9/1910, + Jundiaí 11/05/2001), filha de Ângelo Benatti e Riciarda Negri. José trabalhava como operário na indústria metalúrgica. Tiveram os seguintes filhos:

José, Maria e Riciarda (sentada).

Os filhos: Cecília, Vavo, Jaime, Zezé e Alberto.

Do alto, da esquerda: Macedo, Alberto, Rafael.

Zezé (com Wagner), Vavo, Maria, Izelda, Cecília (com Cláudio) Leonilda (com Walquíria). Cristina, Roseli, Antenor, Renato, Rosa.

Norivaldo (Vavo) (* Jundiaí 21/3/1934, Santo André 11/03/1998), que se casou com Izelda Siqueira Mello (*Jundiaí 8/4/1936) em 01/12/1956, tendo como filhos Roseli Aparecida (*Jundiaí 1/2/1958) e José Antenor (*Jundiaí 05/06/1960).

Roseli, casada com Giuseppe Di Martino (*Santo André 28/5/1954), é mãe de Clara (*Santo André 2/5/1983) e Luigi (*Santo André 29/2/1988).

José Antenor, foi casado com Cristina Lacerda, é pai de Ana Lacerda Pomilio (*Campinas 23/3/92) e de João Lacerda Pomilio (*Campinas 4/2/95). Divorciou-se e casou-se com Dulce Cornetet dos Santos Pomilio (*Canoas, 18/12/1962).

Vavo, Antenor, Roseli e Maria Benatti (1995).

Antenor, Ana, João e Cristina

 

Dulce e Antenor

 

 

Alberto (*Jundiaí 14/6/1936 + Jundiaí 23/12/1994), que se casou com Leonilda Bussi, tendo como filha Cristina (*Jundiaí 20/8/1959).

Cristina, casada com Roberto Brienza Jr., é mãe de Denise (*Jundiaí 1989) e Daniel (*Jundiaí 1992).

 

Cecília (*Jundiaí 8/6/1940), que se casou com Rafaelle Teti (*Itália 1937), tendo como filhos Renato Paulo (*Jundiaí 28/7/1960), Rosa (*Jundiaí 1961) e Claudio (*Jundiaí 1963).

Renato casou-se com Rosângela Benedicto (*Jundiaí 1962) e tiveram os seguintes filhos: Rafael Antonio (*Jundiaí 1982), Guilherme Augusto (*Jundiaí 1984) e Paulo Vitor (*Jundiaí 1989).

Rosa casou-se com Mário Massagardi (*Jundiaí 1960) e tiveram as filhas Marília (*Jundiaí 1986) e Letícia (*Jundiaí 1990).

Cláudio casou-se com Ivonete Mignanelle (1967) e tiveram as filhas Bárbara (*Jundiaí 1987) e Fernanda (*Jundiaí 1990).

Cecília e Rafael

 

Jaime (*Jundiaí 6/7/1942), que se casou com Scarlete Schioze (*Jundiaí 1944), tendo como filhas Mônica (*Jundiaí 1966) e Luciana (*Jundiaí 1968).

Mônica casou-se com Fabiano Françoso (*1956) e tem uma filha: Sara (*Jundiaí 1998)

Luciana casou-se com Luiz Antonio.

 

         

 

Maria José (Zezé) (* Jundiaí 11/5/1944), que se casou com Antonio Macedo (*São Luiz), tendo como filhos Valquíria (*São Paulo, 1962), Wagner (*São Paulo 1963) e Célia (* São Paulo 1965).

Valquíria casou-se com Robert Potrzebowski.

Wagner casou-se com Claudete e teve as filhas Taís (*1989) e Dafnee (*1991). Posteriormente casou-se com Luciana e teve Antonio (*2001) como filho.

Célia casou-se com Charles Lancaster (*1961) e teve como filhos Johnatan (*1986) e Chelsea (*1991).

Zezé e Macedo

 --------------------------------------------------------

André (Nini) ( + 15/2/1980), casou-se com Nair ??

Tiveram os seguintes filhos:

Jaime, Carlos, Grimaldo, Dalva, Aparecida

 -----------------------------------------------------

      Francisco (*12/4/1932) casou-se com Alice de Oliveira . Tiveram os seguintes filhos:

Guiomar, Gloriete, Giselda, Gilvania e Francisco.

      Posteriormente Francisco (pai) mudou-se para Recife onde constituiu nova família. Casou-se com Zuleide Costa Pomilio e teve as seguintes filhas:

Ana Karla (*22/03/1968), casada com Roberto Soares de Souza. Tiveram 2 filhos: Átila Roberto Pomilio de Sousa (*1993) e Renato Ádler Pomilio de Sousa (*1995).

Ângela Patrícia Pomilio (*5/2/1971)

 

Filhos de Francisco Pomilio e Alice.

 

 

Francisco, ZuleideAna Karla, Roberto e os filhos Átila e Renato.

 --------------------------------------------------------

      Adelmo (+São Paulo, 1960), casou-se com Marcelina Mazzaro. Teve uma única filha,  Rosa.

 *************************************

As terceira e quarta gerações - os netos e bisnetos de Benedito Pomilio

      Guerino (*Rocinha 1913, + SP 1984) casou-se em Jundiaí  com Angelina ??. Mudaram-se para São Paulo, fixando-se no bairro do Pari. Tiveram os seguintes filhos:

Waldemar (*Jundiaí 1935), casado com Clarice ??, que tiveram como filhos Gilberto (*      ),, Edson (*      ), e Simone (*      ),.

Margarida, Celina, Elisabete.

Gilberto é pai de Bruno e Vito.

  --------------------------------------------------------

      Reynaldo (*21/1/1915 Rocinha +11/8/1986 Jundiaí ) casou-se em com Laurinda Vendramin (*26/5/1918 + 15/10/1963)

Tiveram os seguintes filhos:

Nelson (*2/3/1939 Jundiaí), casou-se com Maria  Egna Mocelini, tiveram como filhos Alex e Daniela.

Arnaldo (* 22/1/1948 Jundiaí), casou-se com Mariza Cavenaghi Argentin. Não tiveram filhos.

Nelson e Arnaldo Pomilio

Daniela e Alex Pomilio

 

      Antenor (*      ),  casou-se com Esmeralda Silvestroni .

Tiveram os seguintes filhos:

Claudemir (?Ademir)

José (*      ),

Vânia (*      ),

      Antonio casou-se com Tercília Barbosa (+ abril de 2007).

Tiveram os seguintes filhos:

Ademir (*      ),

Sueli (*      ),

Margarida (*      )

 **************************************

As terceira e quarta gerações - os netos e bisnetos de Antonio (filho de Andrea) Pomilio

    Ademar (*22/3/1934),  casado com Dorothy, tiveram os seguintes filhos:Rosana (5/11/1957) e Ricardo (*3/1/1961).

Ricardo, casado com Gislayne, tem as seguintes filhas: Giuliane (*29/11/1990) e Lívia (*17/11/1995).

Rosana, casada com Itamar, tem como filhos Daniele (*19/3/1984) e Thiago (*2/6/1987)

Ricardo, Lívia, Giuliane, Ademar e Dorothy.

**************************************

As terceira e quarta gerações - os netos e bisnetos de José (filho de Andréa) Pomilio

Grimaldi (*     +     ) , casado com América Gomes, teve os seguintes filhos:

Avelina, casada com Eduardo Barbieri;

Diogo (*    , +     ) casado com Maria Antonia, teve os seguintes filhos: Dionita, Israel e Rita de Cássia.

Maidel, casada com Zuel.

Milton, solteiro.

Nelson (*      ), casado com Benedita, tiveram os seguintes filhos: Emerson, casado com Ednilda; Eliane Regina, Elaine Regina e Eder Rodrigo.

José Grimaldi (*     ,+     ), casado com Nair, tiveram os seguintes filhos: Renato Rivelino e Alexandra.

Sidney (*       ), casado com Maria Gicelia, tiveram os seguintes filhos: Sidney Jr., William e Vanessa.

Cirino, casado com Dolores Scatena, Tiveram os seguintes filhos:

Leonardo (*1938), casado com Elza ?, não teve filhos.

José João (*      ), casado com ????, teve os seguintes filhos: Marco Antonio (*      ), Wilson (*      ), William (*      ), Elvis (*      ), Priscila (*      ).

Vanderli Maria, casada com ?? Testi, teve Carlos Aparecido como filho.

Erio Pomilio (*1917 +1974), casado com     Augusta Rodrigues Pomilio (*1919 + 2004).  Tiveram 5 filhos:

Ério Pomilio

Ilio Pomilio (*1940) ,casado com Tereza ,tiveram 2 filhos, Yeza Pomilio Ilio Pomilio Filho. Moram em  Pindamonhagaba.       

Neusa (*1941), casada com Ramiro, tiveram 6 filhos: Rorgens (*1960), Sidnei  (*1962), Marcos (*1963), Lilson (*1964+1990), Eliana (*1965), Ricardo (*1966). Moram em Guarulhos e têm 10 netos e uma bisneta.

           

Janete (*1943), casada com Stefano Vlacavik, tiveram 2 filhos: Stefano Vlacavik Filho e Elisabete. Moram Vila Matilde ( Penha) e têm 4 netos.

 

Tulio Pomilio, casado com Irani ,tiveram 2 filhas, Iliani e Lílian. Têm 4 netas.

 

Marilene casada com Levi, tiveram 1 filha, Márcia e uma neta. Moram na região da Penha.

 

Da direita para a esquerda: Augusta R. Pomilio  e  seus filhos: Marilene Pomilio Ricci, Neusa Pomilio Ribeiro, Tulio Pomilio e Janete Pomilio Vlacavik.

======================================


A segunda imigração: a família de Giuseppe Pomilio

      Como se disse, permaneceu na Itália Francesco, irmão de Andréa. Francesco (+ Archi 28/5/1948), casou-se com Anna Carozza e teve três filhos: Giuseppe, Nicola e Domenica.

      No início da década de 50 Giuseppe (*Archi 17/4/1906; Pedrinhas Paulista +15/6/1969), casado com Olímpia Massa (*Archi 16/6/1909; + Pedrinhas Paulista 17/10/1976,) imigra para o Brasil, indo para a região de Barra Bonita. Manda vir da Itália os filhos Francesco e Vitale. Posteriormente, vão para a região de Assis, mais precisamente onde hoje é o município de Pedrinhas Paulista. Região de fronteira agrícola, recebeu grande quantidade de imigrantes italianos, os quais constituíram uma cooperativa, a qual opera até hoje. Em agosto de 1952 chega da Itália o restante da família, composta pelos filhos Anna, Vitore, Umberto, Domenico, Lino e Genoveffa, além da esposa, Olímpia e de Ignez, esposa de Francesco.

_________________________________________

Francesco (*Archi 23/1/1930), casado com Ignez Berardi (*Archi 17/11/1924), teve os seguintes filhos:

Maria Gabriela (*27/2/1955), casada com Vicente Sussel, teve os seguintes filhos: Stefano (*14/7/1978); Suzana (*20/7/1980) e João Paulo (*15/11/1982)

Bambina Assunta (*14/8/1956)

Paolo (*18/2/1962), casado com Sueli....., teve os seguintes filhos: Aline (*     ), Clodoaldo (*    ), Maria Inês (*       ) e Paola (*     ).

Anna (*16/3/1972), casada com Márcio. Tem uma filha, de nome Mariana (*2000).

A família Giuseppe Pomilio em Pedrinhas Paulista (1952)

 

 

 

 


 


Francesco Pomilio (2001)

Anna, Bambina e Maria Gabriela

Suzana, Stefano e João Paulo

 

Vitale (*Archi 16/1/1932), casado com Carla Pizzolito, teve os seguintes filhos:

Silvana, casada com Celso, tiveram os seguintes filhos: Andréia, Vanessa e Priscila.

Bruna, casada com Guilherme, tiveram os seguintes filhos: René e Raul.

Romano e

Roberto, casado com Eliana. Tiveram os seguintes filhos:

      Anna (*3/10/1934), casada com Sebastiano Di Loreto, tiveram os seguintes filhos:

Nino (*10/6/1955), casado com Helena Heloísa, tiveram os seguintes filhos: Fernando e Carina.

Lídia (*22/9/1960), casada com Carlo di Raimo, tiveram os seguintes filhos: Carlos Eduardo e Luiz Augusto.

Giuseppina (*2/6/1962), casada com Célio Marcos, tiveram os seguintes filhos: Marita e Milena.

Ferdinando (*11/12/1952), casado com Maria Grazia Schmit. Tiveram os seguintes filhos: Ferdinando e André Henrique.

      Vitore (*16/12/1936), casado com Luiza Grosso, tiveram os seguintes filhos:

Ioleta (*6/1963), casada com João Antonio De Marchi, tiveram os seguintes filhos: João Vitor e Isabela.

Flavia (*23/2/1977)

      Umberto (*10/7/1939), casado com Giuseppina Vitullo, tiveram os seguintes filhos:

Giuseppe, casado com Ana Cristina Totti, que tiveram como filho Dener.

Olímpia, casada com Valter Dalben, que tiveram os seguintes filhos: Cristian e Alessandro.

Remo, casado com Marlis Rench.

      Domenico (*10/7/1939), casado com Lide Iacobucci (*21/9/1945), tiveram os seguintes filhos:

Luigi Giuseppe (*15/8/1967)

Renato (*24/1/1970), casado com Madalena Tiberi, e tiveram os seguintes filhos: Renato (*1990) e André (*1995)

Adriana (*23/8/1980)

      Lino (*30/5/1950, +1980), casado com Neuza de Castro, tiveram os seguintes filhos:

Valéria, casada com Euclides, que tiveram Nicole como filha.

Daniela, casada com Rubens.

Andréa

Eugênio (*9/1980).

Francisco, Vitore, Dionita e Domenico (2002).

 

      Genoveffa (*1951), casada com Silvio Bellomo, que moram em Archi, tiveram os filhos Nicola e Amelio.

Nicola, Silvio, Genoveffa e Amelio

Silvio e Genoveffa casaram-se em Pedrinhas Paulista (5/1/1978) e mudaram-se para a Suíça (Ulster), onde nasceram Nicola (22/04/1979) e Amélio (30/01/1982). Em setembro de 1985 transferiram-se para Archi. Nicola se casou com Sara Molino  (9/8/2008).



Da esquerda: Anna, Sebastiano, Domenico, Lide, Ignez, Francesco, Antenor, Susana, Cristina, Maria e Vitore (abril de 2000)

Família Pomilio em Pedrinhas (2001): Da esquerda (alto) Vicente Sussel, João Paulo Sussel, Stephano Sussel, Domenico, Lide, Vitore, Susana, Bruno, Ignez, Luiza, Mércia Giarola, Cristina Lacerda, Nelson Giarola, Ana, Maria e Júlia Giarola. (Abaixo) Paola, Paolo, João, Francesco, Bambina e Renato.

Outras informações sobre a família Pomilio

      O que significa Pomilio? Ao que tudo indica, é um diminutivo plural de “pomo”, que significa maçã, ou um fruto de formato esférico (como pomodoro).

Uma consulta na lista telefônica da Itália revela quase 300 assinantes com o sobrenome Pomilio. A grande concentração é nas províncias de Chieti e na vizinha Pescara, embora estejam também presentes em Roma e outras localidades.

      Segundo Francesco Pomilio, mesmo em Archi podem-se contar várias ramificações, ou seja, pessoas com o mesmo sobrenome mas que não se reconhecem como sendo da mesma família. Assim, tem-se o ramo dos “farmacêuticos”, aquele dos “açougueiros”, indicando as atividades profissionais que, tradicionalmente, passam de geração a geração.

      Há alguns Pomilio famosos. Mario Pomilio, nascido em Orsogna (Chieti) em 1921, é um premiado escritor, falecido em 1992. Foi professor na Universidade de Nápoles, tendo escrito obras como “O quinto evangelho”,”Natal de 1833”, “Um cão sobre o Etna”, etc.

Distribuição da família Pomilio na Itália

      Na primeira guerra mundial, o avião mais produzido pela Itália foi o dos irmãos Pomilio. Foram produzidas 1616 unidades deste monomotor de reconhecimento. Maiores informações podem ser obtidas em sites da internet como o www.theaerodrome.com.

      Em 1917 os irmãos Alessandro, Vittorio e Ottorino fundam em Indianápolis (Estados Unidos) a Pomilio Brothers Corporation, para fabricar os aeroplanos. No entanto, com o final da guerra em 1918, o empreendimento foi paralisado.

Aeroplano Pomilio, 1917

 

      Uma cópia da primeira versão deste texto (concluída em setembro de 2000), ainda sem a foto de Andréa e várias outras, foi colocada numa “cápsula do tempo”, enterrada em frente à catedral de Jundiaí. Esta foi uma iniciativa de Nelson Giarola, filho de Aparecida Pomilio. Assim, esta nossa história será lida em algum momento do futuro.

*************************************

     

A seguir a lista de telefones (no estado de São Paulo) de membros da família Pomilio. As variações de escrita (como Pomiglio ou Pomilho) são variantes da grafia original, associados à semelhança da pronúncia em português ou italiano. Muitos dos nomes estão identificados no texto precedente. Mas alguns ainda faltam.

José Antenor Pomilio (Responsável por este texto)

(19)32122968

r Dona Rosa de Gusmão, 1135, ap. 51-A

13070-187 

Campinas – SP

Domenico Pomilio

(18) 3375-1361

estr Pica Pau S/n

PEDRINHAS  PAULISTA

 

Guido Pomilio

(11)3743-2613

 r Edward Joseph 122-Cj83

SPAULO

 

Arnaldo Pomilio

(11)4521-3566

r Retiro 424-Cj13

JUNDIAI

 

Gilberto Pomilio

(11)3496-0825

av Prof Joao Batista Conti1303-Ap43 B

SPAULO

 

Ademar Pomiglio

(11)292-5267

av Paes de Barros 701-Ap404

SPAULO

 

Ademir Pomilio

(11)3942-1453

r Carbono 142

SPAULO

 

Vitale Pomilio

(18)3375-1209

r Assis 49

PEDRINHAS PAULISTA

 

Vitore Pomilio

(18)351-2359

r João Medeiros 70

PALMITAL

 

Edruciana Pomiglio

(11)215-8275

r Tacomare 42

SPAULO

 

Waldemar Pomilio

(11)6694-8974

r sta. Rita, 903

SPAULO

 

Almeirinda Pomiglio

(11)273-8080

r Tacomare 42

SPAULO

 

Umberto Pomilio

(18)3375-1376

 r Assis 211

PEDRINHAS PAULISTA

 

Jaime Pomilio

(11)437-8698

r Eloy Chaves,dr 267

JUNDIAI

 

Francesco Pomilio

(18)3375-1394

r Assis S/n

PEDRINHAS PAULISTA

 

Ademar Pomiglio

(11)291-0824

av Paes de Barro 701-Ap902

SPAULO

 

Ademar Pomiglio

(11)608-5101

av Paes de Barros 701-Ap902

SPAULO

 

Ademir Pomiglio

(11)4521-2493

 r Quinze de novembro 1566

JUNDIAI

 

Kleber Pomilio

(11)4587-4476

al Canada12-Grupo05

JUNDIAI

 

Milton Pomilho

(11)6141-5774

r Giovani Legrenzi 26

SPAULO

 

Nelson Pomilho

(11)6623-2916

r Guiraquerea 67-Cs1

SPAULO

 

Nelson Pomilio

(11)437-2489

r Um 735-Ap103

JUNDIAI

 

Dionita Pomilho

(11)6642-2713

r Omacha 378

SPAULO

 

Luciana Pomilio

(11)4587-0487

 rAristarco Nogueira 354

JUNDIAI

 

Grimaldo Pomilio

(11)4582-1979

r Joao Iotti 99

JUNDIAI

 

Izelda S. M. Pomilio

(11)4421-4834

r Figueiras 2540

SANTOANDRE

 

Claudemir Pomiglio

(11)4522-1218

r Salvador Vaccari 150

JUNDIAI

 

Claudemir Pomiglio

(11)4581-5522

r Pasqual Bortholo 280

JUNDIAI

 

Alex Pomilio

(11)5579-0544

r Pinto Ferraz,dr 49-Ap115

SPAULO

 

Arnaldo Pomilio

(11)4584-0437

avAntonioBorin,comend5289

JUNDIAI

 

Arnaldo Pomilio

(11)4521-0468

 rRetiro 424-Cj13

JUNDIAI

 

Robinson Pomilio

(11)4582-9951

r Antonio Sacramoni,ver138

JUNDIAI

 

Orides Pomilio Czelusniak

(11)6976-5765

r dona Elfrida, 299

SPAULO

 

Dione Pomilio Galhardo

(11)3998-7020

r Baldassare Estense105

SPAULO

 

Carlos Alberto Pomilio

(11)486-6558

r Leonel Martins Serra 118

JUNDIAI

 

Paolo Giuseppe Pomilio

(18)3375-1057

r Trabalho 440

PEDRINHAS PAULISTA

 

Benedita Josefa Pomilho

(11)6623-2848

r Guiraquerea 67-Cs01

SPAULO

 

Pomilio e Natalício Ltda Me

(12)242-8131

av Quinze de Novembro 350

PINDAMONHANGABA

 

Neuza de Castro Pomilio

(18)622-8627

rTabajaras1051

ARACATUBA

 

Silvana Pomilio de Lima

(18)3375-1037

r Assis 125

PEDRINHASPAULISTA

 

Mariza Cavenaghi Argentino Pomilio

(11)437-5677

r Zuferey 555-Ap24

JUNDIAI

 

Maria Gicelia Silva Sampaio Pomilho

(11)6623-9033

r Imperial 268

SPAULO

 

Gislaine Garcia Falcao Pomiglio

(14)234-8703

r Vicente M PScaglione,prof 2078

BAURU

 

Rosa Angela Pomilio Silva

(13)491-6965

r Sorocaba 356-Ap03

PRAIA GRANDE

 

Cássia Regina Pomilio Silva

(11)4533-3887

r Antenor Soares Gandra,dr 911

JUNDIAI

 

Eliana Aparecida Gomes Pomilio

(18)3375-1431

r Alfredo Di Nallo 420

PEDRINHAS PAULISTA

 

Luis Felipe Magnani Pumiglio

(13)3286-1964

av Conselheiro Nebias, 842-Ap409

SANTOS

 

Oscar Alberto Pomilio

(47) 363 1924

R 2400 155 Ap904 Centro

BALNEARIO CAMBORIÚ

 

Ana Karla Pomilio de Souza

(81) 3327 5795 ou (81)9962 8138

Rua Mamanguape, 623, ap. 204 Boa Viagem

Recife

 

Roseli Ap. Pomilio di Martino

(11) 44722013

r Araguaia 77 - Ap 31

SANTO ANDRE

 

Luciana Pomilio

(11) 73970487

r Aristarco Nogueira, 354

13206-380

JUNDIAÍ - SP

 

Lista de e-mails

Para aqueles que não levam o sobrenome Pomilio, está indicado o nome do familiar mais próximo que mantém o sobrenome.

 

José Antenor Pomilio

pomilio@uol.com.br

 

João Lacerda Pomilio

joaopomilio@hotmail.com

 

Alex Pomilio

alex.pomilio@uol.com.br

 

Ana Karla Pomilio de Souza

anakarla@br.inter.net

 

Ângela Patrícia Pomilio

angelapomilio@hotmail.com

 

Arnaldo Pomilio

pomilioa@zaz.com.br

 

Dionita Pomilho

dionita@uol.com.br

 

Carlos (Vanderli Pomilho)

carlinhos.cohab2@ig.com.br

 

Nelson Giarola (Aparecida Pomilio)

ngiarola@netwave.com.br

 

Márcia Filippi Xavier (Rosa Pomilio)

marciafxavier@yahoo.com.br

 

Rosa Teti Massagardi (Cecília Pomilio)

massagardi_mario@uol.com.br

 

Wagner Macedo (Maria José Pomilio)

wajmacedo@ig.com.br

 

Renato Paulo Teti (Cecilia Pomilio)

renatoteti@bol.com.br

 

Luciana Pomilio

lupml@terra.com.br

 

Jaime Pomilio

jaime.pomilio@gmail.com


 


 



[1]      As informações aqui contidas foram obtidas através de depoimentos verbais dados por membros da família e outros parentes, principalmente Idalina Pomilio, Maria Benatti Pomilio, Cristina Pomilio Roder, Dionita Pomilho e Francesco Pomilio, além de alguns documentos. Fotos e informações foram concedidas por Nelson Giarola, Nelson Pomilio, Ademar Pomiglio, Adelaide Caon, Ana Karla Pomilio, Márcia Filippi Xavier, Eliana Ribeiro, Luis Carlos Capoleto. O registro de nascimento de Andréa em Archi (CH) foi obtido por Amelio Bellomo.

[2] Luis Carlos Capoleto é filho de Alzira.